Ocorreu um erro neste gadget

domingo, 27 de dezembro de 2009

SAUDADES AO ENTARDECER


O céu está nublado, e a tarde despedece do dia lentamente. O vento balancando as folhas das árvores lentamente no quintal aconchegante pela brisa suave e calma entre as folhagens...longe toca o sino da igreja, e o som vem quebrando o silêncio brejeiro do entardecer como acordes de uma sinfonia que atravessa as linhas do horizonte...dilinta a alma errante da tarde suavemente entre as notas doces dos cantos dos pássaros e amolece os olhos do próprio vento.
Sobre os muros caem as galhas verdejantes de frutinhas avermelhadas...acerolas doces.

Nenhum comentário:

Postar um comentário